Estudo avalia o tratamento com troriluzol em pacientes com ataxias espinocerebelares hereditárias

Pesquisadores relataram resultados promissores de estudos clínicos de fase IIb/III examinando os efeitos de longo prazo do BHV-4157-201, ou troriluzol, em ataxias espinocerebelares (Spinocerebellar Ataxias, SCAs) hereditárias – doenças neurodegenerativas raras e potencialmente fatais que afetam o cerebelo.