Estudo destaca disparidades raciais na demência e DP

Um novo estudo descobre que, entre os beneficiários do Medicare nos EUA, pacientes negros têm maior probabilidade de serem diagnosticados com doenças neurodegenerativas (DND) do que pacientes brancos e apresentam piores desfechos. Os pesquisadores apresentaram os dados na reunião anual da AAN [American Academy of Neurology (Academia Americana de Neurologia)] de 2022.

“Um grande conjunto de literatura sugere que há disparidades raciais na incidência e nos desfechos das DND”, observaram os pesquisadores. “No entanto, não está claro quais fatores estruturais influenciam essas disparidades ou como os padrões de cuidados contemporâneos diferem por raça.”