O estudo destaca as diferenças entre os sexos em relação a como os fatores de risco cardiovascular podem influenciar os biomarcadores do LCR

Os especialistas relataram novos achados de um estudo da interação entre sexo, fatores de risco cardiovascular e biomarcadores de neurodegeneração no LCR.

Os pesquisadores de centros na Espanha, Suécia e Reino Unido investigaram como o sexo e os fatores de risco cardiovascular afetam os biomarcadores do LCR, analisando dados de 381 indivíduos de meia-idade sem comprometimento cognitivo que participaram do estudo ALFA+.

Desses 381 participantes, 34,4% eram Aβ-positivos e 65,6% eram Aβ-negativos, e o corte de Aβ42/40 foi 0,071. Os biomarcadores do LCR investigados incluíram Aβ42, Aβ40, p-tau, t-tau, neurofilamento de cadeia leve (neurofilament light chain, NfL), neurogranina, sTREM2, YKL40, GFAP, S100, IL6, sVCAM1, sICAM1, MCP1 e α-sinucleína.

A Ology Medical Education é uma fornecedora global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A Ology Medical Education não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a Ology Medical Education recomenda que deva ser feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da Ology Medical Education ou do patrocinador. A Ology Medical Education não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.