Morte súbita inesperada na epilepsia é mais comum em pacientes mais jovens do que relatado anteriormente

Uma grande análise de registros nos EUA demonstrou que a morte súbita inesperada na epilepsia (sudden unexpected death in epilepsy, SUDEP) é mais comum em bebês e crianças do que relatado anteriormente, e o risco é particularmente alto em pacientes negros ou multirraciais.

“Os médicos muitas vezes não discutem a SUDEP com os pais porque a consideram rara e não querem assustá-los”, declarou a Dra. Vicky Whittemore do Instituto Nacional de Distúrbios Neurológicos e AVC (National Institute of Neurological Disorders and Stroke, NINDS) em Bethesda, Maryland, EUA. “Mas é importante que médicos tratando pacientes jovens discutam o risco com os pais.”