Direcionando o tráfego endossomal: uma nova abordagem terapêutica para a DA?

Novos modelos da patologia da doença de Alzheimer (DA) envolvem o gene SORL1 e sugerem que o tráfego endossomal pode ser um alvo terapêutico viável para pacientes com DA.

De acordo com a Dra. Jessica Young, da Universidade de Washington (University of Washington), em Seattle, WA, EUA, o gene SORL1 codifica o SORLA, um receptor que regula o tráfego endossomal e o processamento de proteínas precursoras de β-amiloide e outras proteínas. As variantes do SORL1 foram associadas a um risco aumentado de desenvolvimento de DA.