Estudo clínico ASSESS de fingolimode vs. acetato de glatirâmer na esclerose múltipla remitente-recorrente

Princípios

  • Para a esclerose múltipla (EM) remitente-recorrente, 0,5 mg e 0,25 mg de fingolimode reduziram a atividade na RM em comparação com 20 mg de acetato de glatirâmer; 0,5 mg de fingolimode também reduziu significativamente a taxa anualizada de surtos (TAS) em comparação com acetato de glatirâmer.

Por que isso importa

    Esses resultados corroboram as recomendações clínicas para usar 0,5 mg de fingolimode, ao invés da dose baixa de 0,25 mg, para o tratamento de adultos com EM remitente-recorrente.