Estrutura biopsicossocial da cefaleia cervicogênica episódica

Princípios

  • Características multidimensionais psicossociais, de processamento da dor e de estilo de vida estão associadas a cefaleias cervicogênicas (CC) e destacam a necessidade de pesquisas direcionadas aos fatores psicossociais e de estilo de vida para o manejo desse quadro.

Por que isso importa

  • Atualmente, há evidências limitadas para respaldar a eficácia das recomendações atuais de manejo não farmacológico da CC.

  • Embora o processamento alterado da dor tenha sido relatado em pacientes com CC crônica, isso ainda não foi investigado na CC episódica.

  • Em particular, a relação entre as características psicossociais, de processamento da dor e de estilo de vida, que se associa à cronificação da dor, ainda não foi explorada na CC episódica.