Tratamentos reduzem o risco de novas metástases cerebrais

O uso do bevacizumabe e inibidores de checkpoint imunológico pode reduzir o risco de novas metástases cerebrais em cerca de 30%, de acordo com descobertas de novas metanálises apresentadas na SNO 2020.

Pesquisadores do Penn State Health e do Penn State Hershey Medical Center, em Hershey, Pensilvânia, e da Universidade do Sudoeste do Texas (University of Texas Southwestern), em Dallas, EUA, realizaram uma revisão sistemática da literatura incluindo dados publicados entre janeiro de 2000 e junho de 2020, para conduzir duas análises.