Marcadores de hiperintensidades na substância branca em imagens cerebrais estão ligados ao risco de mortalidade e de AVC isquêmico a longo prazo

Princípios

  • O volume, o tipo e a forma das hiperintensidades na substância branca estão associados ao risco de mortalidade e de AVC isquêmico a longo prazo em pessoas com doença arterial manifesta.

Por que isso importa

    Esses novos achados sugerem que os marcadores das hiperintensidades na substância branca na imagem por ressonância magnética poderiam possibilitar um prognóstico mais preciso, bem como identificar indivíduos com maior probabilidade de se beneficiarem do tratamento preventivo.